Muriaé Céu nublado com chuvaMax 24º
Min  19º
JORNALISMO | 06/02/2015 « Voltar

Chuva em janeiro tem redução de mais de 95% em Muriaé

Chuva em janeiro tem redução de mais de 95% em Muriaé
Dos 270mm da média histórica esperados para o mês, choveu apenas 8,1mm
Nas últimas 72 horas de fevereiro choveu mais que em todo mês anterior


Demorou, mas chegou. Depois de registrar em janeiro o volume de chuva mais baixo no Brasil nos últimos 85 anos, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico, a chuva voltou a cair em Muriaé nessa semana e a expectativa é de que fevereiro seja mais chuvoso que o mês anterior.

Após fazer um levantamento sobre a perspectiva de chuva para os próximos dias, o coordenador da Defesa Civil de Muriaé, Felipe Perdigão, informou nesta sexta-feira (06), que a chuva dos últimos dias é provocada pela zona de convergência de umidade do Atlântico Sul. “A partir do próximo sábado ela perde força na região e a tendência é que ela se desloque para o norte do país”.

Segundo Felipe, 13 pluviômetros estão espalhados pelo perímetro urbano de Muriaé. A partir das informações colhidas por esses aparelhos, é feita leitura do nível de chuva e depois faz uma média geral.

No acumulado das últimas 72 horas – entre quarta e sexta-feira – havia chovido 23,6 milímetros até a manhã de hoje (06). A previsão é de mais 30 milímetros nas próximas horas. “A gente trabalha com um limite de segurança de 60mm em 72 horas. Passou disso a gente intensifica o trabalho de vistoria nos pontos de risco, pois pode ocorrer incidência de deslizamento,” explicou.

O que não é o caso de Muriaé, ao contrário, segundo ele, o primeiro mês do ano foi atípico, assim como na maior parte do país. “Muriaé tem uma média histórica de 270mm de chuva em janeiro. Este ano choveu apenas 8,1mm,” revelou o coordenador da Defesa Civil após fazer um balanço da chuva no mês passado no município.

O recorde de chuva, para um mês de janeiro em Muriaé, foi em 2012, quando a média chegou a 750mm, ocasionando a maior enchente da história da cidade. “Foram 175mm em apenas um dia”, lembra Felipe.

Para a próxima semana a previsão é de um volume de chuva pequeno. E, embora o município não apresente problemas de abastecimento em função da crise hídrica que afeta boa parte do país, a chuva serve para diminuir o calor.



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES