Muriaé Céu nublado com chuva leve
Max 31º
Min  20º
JORNALISMO | 23/08/2019 « Voltar

Secretário de Saúde fala sobre a falta de vacinas em Muriaé por parte do Ministério da Saúde




Secretário de Saúde fala sobre a falta de vacinas em Muriaé por parte do Ministério da Saúde
paulo césar destacou o trabalho realizado pela Secretaria de Saúde e falou das estratégias implantadas para imunizar a população com poucas doses em estoque.
O Secretário Adjunto, Wescley Souza enfatizou a importância das pessoas levar o cartão de vacina

Segundo a coordenadora do Centro de Imunização, a secretária de saúde intensificou a aplicação da tríplice viral desde esta quinta-feira (22)


O Secretário de Saúde de Muriaé, Dr. Paulo César Oliveira, acompanhado do Secretário Adjunto, Wescley Souza e da coordenadora do Centro de Imunização, Rosinalva Pedrosa, participaram de uma conversa no programa “Manhã da Muriaé” nesta sexta-feira (23).

Dentre os assuntos abordados, estavam a falta das vacinas BCG, DTP e Pentavalente distribuídas pelo Ministério da Saúde. De acordo com Rosinalva, a secretaria montou uma estratégia para não perder as vacinas e não deixar nenhuma criança sem ser imunizada. “Cada frasco de vacinas vêm 12 doses. Quando abrimos esse frasco temos até seis horas para aplica-las, senão perdemos as vacinas. E para não desperdiçar, estamos montando grupos de 12 crianças e agendamos a vacinação. A expectativa é que o recém-nascido não fique mais que uma semana para ser vacinado”. Destacou Rosinalva.

Outro assunto abordado com os servidores foi sobre o Sarampo. Dados revelam que a doença vem se espalhando pelo país e já existem casos registrados no estado do Rio de Janeiro que fica há 30 quilômetros de Muriaé.

Ainda segundo a da coordenadora do Centro de Imunização, a secretária de saúde intensificou a aplicação da tríplice viral desde esta quinta-feira (22) em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS´s) da cidade e dos distritos. Todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias irão receber a vacina que previne doenças como sarampo, caxumba e rubéola.

O caso da morte de uma criança por meningite em Muriaé também foi destaque na entrevista. Paulo César enfatizou que todas as medidas estipuladas pelo Ministério da Saúde foram feitas, como a imunização das pessoas que tiveram contato íntimo com a criança nos últimos dias que de acordo com o Ministério da saúde são pessoas que conviveram com a criança pelo menos quatro horas por dia em cinco dias da semana.

Outra medida adotada pela secretaria foi reunir com pais e professores da escola onde a criança estudava e sanar todas as dúvidas sobre a doença.

 O Secretário de Saúde também enfatizou que esse caso de meningite é raríssimo e que a situação está controlada.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 1


Jonas
Postado no dia 26/08/2019 - 23:13 Cidade: Muriaé - MG
» Boa noite ,eu queria falar é sobre os medicamentos de ordem judicial que a meses não vêem de sendo adquiridos pela prefeitura ,antes quando esses medicamentos faltavam no mês seguinte eles eram entregues juntos como os restante do mês ,agora se passou o mês e eles não foram entregues o paciente fica sem eles ,e não é só isso na administração passada a essa do Aloizio Aquino ,a chefe da farmácia quando faltava o do mês anterior ele era reposto no mês seguinte ,e por acaso esse medicamento que as vezes faltava estava sobrando e fui entregá-lo para a farmácia ela disse que não podia ser entregue de volta porq já foram pagos para o tratamento do paciente e por isso não podiam ser devolvido certo ,agora quando falta eles não entregam e nos mês seguinte só recebemos o do mês atual quando tem ,poderiam os senhores da saúde explicar essa dúvida se antes não podiam ser devolvidos porq já foram pagos ao paciente porq mudou a lei mudou oq estão fazendo com esses medicamentos que foram pagos e não foram entregues ????????

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES