Muriaé Intervalos nubladoMax 28º
Min  12º
POLÍCIA | 03/12/2014 « Voltar

Motociclista é socorrida pelos bombeiros após ser atingida por carro no “Trevo da Chevrolet”

Motociclista é socorrida pelos bombeiros após ser atingida por carro no “Trevo da Chevrolet”
Segundo a PRF, a jovem foi levada ao HSP, mas não apresentava ferimentos


A moto teria sido atingida na traseira ao parar devido à esta placa de parada obrigatória


Uma motociclista foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros após se envolver em um acidente no chamado “Trevo da Chevrolet”, no entroncamento das BR’s 116 e 356, na região do bairro da Barra, na noite passada (2).

Quando os militares chegaram ao local encontraram a vítima e a moto caídas no asfalto. A jovem foi encaminhada ao Hospital São Paulo, e de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), teve sorte e não se feriu.

Segundo populares, vítima seguia sentido Barra-Centro, pela via paralela à 116, e teria parado devido à placa de parada obrigatória existente no local, sendo atingida por um automóvel que vinha logo atrás e cujo condutor não parou para prestar socorro.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 9


Raniery
Postado no dia 03/12/2014 - 11:09 Cidade: Muriaé - MG
» Sorte foi não ter sido mais grave, pois o condutor do automóvel bateu fortemente contra a traseira da moto, e minha n amorada que estava na moto, o condutor do automóvel nem se quer parou para prestar socorros, será que não teria uma câmera por ali que filmou a cena ? peço ajuda para identificar o mesmo.


Um motorista qualquer
Postado no dia 03/12/2014 - 21:28 Cidade: Muriae - MG
» Pelo o q eu sei, aquilo ali é um ciclomotor e não uma moto. O código de trânsito fala q tais veículos não podem transitar em rodovias. Então, gostaria de ver estes "pilotos" frequentarem realmente uma auto escola e pagar os tributos q todo veículo é obrigado a pagar. Ai vc vê o problema, se tivesse uma moto de verdade, a condutora poderia acionar o seguro dpvat! Caberia ao município agora, regulamentar o emplacamento dessas coisas.


André da Silva Ferreira
Postado no dia 03/12/2014 - 21:01 Cidade: Muriaé - Minas Gerais
» Identificar o condutor? Em primeiro lugar esse tipo de ciclomotor nem deveria estar sendo conduzido naquele local. Ciclomotores não podem circular em via de acesso rápido ou seja BR. Se fosse o meu carro eu iria querer era ressarcimento pelos danos no automóvel. Está errado e ainda quer colocar a culpa no veiculo.


Curioso
Postado no dia 04/12/2014 - 10:47 Cidade: Muriaé - MG
» Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O ser humano tem que parar com essa frieza, vamos chegar ao ponto de matar ser coisa natural, não ter compaixão pelos outros ser coisa natural, se a moça estivesse em uma moto de mil cilindradas, sendo habilitada, etc, o fato teria ocorrido da mesma forma. O que existe é a lei do mais forte: bicicleta não respeita pedestre; moto não respeita bicicleta; automóvel de passeio não respeita moto; caminhão e ônibus não respeita automóvel. Falta de atenção e educação. Cabe às autoridades punir a moça por estar na via o que não dá o direito de o automóvel passar sobre ela e ir embora. Boa sorte a acidentada e que este motorista se transforme em um ser humano pois o mundo dá muitas votas e um dia pode voltar ao mesmo lugar em circunstâncias opostas, vale também para os que concordam com o que o motorista fez. Paz e Bem.


rafael sobrinho
Postado no dia 05/12/2014 - 08:57 Cidade: muriaé - mg
» não importa montado encima do que a moça estava oque importa e que ela tambem e gente, precisa do meio de transporte que estava usando,ela é trabalhadora,ela tem condição de ter e aquele veiculo ali,o mesmo direito que num ciclista tem um carreteiro tambem tem.basta ambos se respeitarem,ate onde eu sei no transito o mais forte deve proteger o mais fraco,mais é sempre o mais forte querendo passar por cima do fraco.


Ana
Postado no dia 05/12/2014 - 08:57 Cidade: Muriae - MG
» Perfeito o comentário do "curioso", concordo em número, gênero e grau!!!!


DANIEL
Postado no dia 06/12/2014 - 12:54 Cidade: RIO DE JANEIRO - RJ
» FICO BOBO DE VER UMA CIDADE TÃO PEQUENA SER DOMINADA POR CRIMES E TRAFICO, ASSASINATOS , FURTOS , ASSALTOS , INCRIVEL A IMCOMPETENCIA DOS LIDERES DA CIDADE , ISSO E UMA COMPLETA VERGONHA PRA UMA CIDADE TÃO BONITA COMO MURIAÉ


Rayane Araujo
Postado no dia 06/12/2014 - 21:30 Cidade: muriae - mg
» sou a motociclista acidentada. queria dizer ás pessoas que me criticaram que estou bem, tive arranhões e hematomas pelo corpo todo mais estou viva. considero desumano considerar que eu estava errada sem se quer se preocupar com o que estava realmente em jogo, uma vida humana. no momento, caro curioso, minhas condicões me permitiram somente adquirir um ciclomotor, reconheço que com esse tipo de veiculo nao posso transitar um rodovias, mais pelo o que consta na legislação, onde eu fui atingida, é considerado um perímetro urbano, onde posso sim transitar. sou trabalhadora e estava CORRETA e no meu direito. nao quero, apesar de precisar para arcar com o prejuíso, de dinheiro algum do motorista imprudente que me atingiu, só penso no que seria de minha familia se hoje eu nao pudesse estar aqui respondendo á essas criticas. Pense no proximo, como pensamos em nós, nos filhos dos outros, nas familias.


Lorrayne
Postado no dia 07/12/2014 - 17:14 Cidade: Muriaé - MG
» Sendo ali uma BR , temos q pensar que o bairro onde a motociclista estava indo era o bairro Gaspar , tendo entao que passar por esta via para acessar o Bairro , e outra , esta rodovia esta em perimetro urbano , podendo sim , ser frequentada por veiculos iguais ao dela ! Mas , do mesmo jeito , o motorista tinha que ter parado para prestar socorro de um jeito ou de outro , ela foi a pessoa que se feriu , e precisava de ajuda !

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES