Muriaé Intervalos nubladoMax 31º
Min  19º
JORNALISMO | 17/12/2014 « Voltar

Hospital São Paulo apresenta balanço das atividades de 2014

Hospital São Paulo apresenta balanço das atividades de 2014
Diretores do HSP nos estúdios da Rádio Muriaé AM

No Programa Especial, desta quarta-feira (17), o Hospital São Paulo fez um Balanço das atividades do ano de 2014. A instituição é referência em saúde para Muriaé e região, além de ser o único Hospital Geral, com Pronto Socorro aberto 24 horas. Participaram da entrevista, medida pelo comunicador Paulo de Souza, senhor Messias Soares Vardiero, Provedor do Hospital, Rita de Cássia Pereira de Castro, Administradora do Hospital São Paulo, Paulo César de Oliveira, Diretor Técnico e Coordenador do Pronto Socorro e Aristides de Oliveira Torres, advogado do Hospital São Paulo.

Confira, abaixo, os pontos principais dessa edição.

Rita fale para nós os dados sobre os números de atendimentos realizados no ano de 2014 no Hospital São Paulo a pacientes do SUS.

Janeiro a outubro (2014) SUS

Nº de partos: 927

Nº cirurgias: 2.921

Nº internações clínicas – médica – 2.271

Total: 4.429 Cirúrgica – 2.158    

Nº internações pediátricas: 1.194

Nº sessões de hemodiálise: 14.633

Nº raio X: 34.761

Nº exames de sangue: 140.265

Nº atendimento P.S: 59.341

Muriaé: 51.442

Região: 7.899

Média mensal de atendimento: 5.934

Nº de pacientes UTI Neo e pediátrica: 120

Nº atendimentos UTI adulto: 196

Acidentados: 240 (moto) – 142 (carro) – Total: 382

Tentativa de homicídio: 49

O que você tem a falar sobre a Rede de Urgência e Emergência? Como ela funciona?

Através da resolução SES Nº 2607 de 7 de dezembro de 2010, foram estabelecidos alguns critérios para fazer parte da rede: Preferencialmente está em cidade sede de Micro regional;Possuir os plantões presenciais e alcançáveis nas áreas de urgências de acordo com a classificação dos hospitais; Ser regulado e obedecer a fluxos pactuados. O Hospital está inserido na rede como tipo II: Plantões: anestesia, obstetrícia, clinica cirúrgica, pediátrica e ortopédica; Sobre aviso: neurocirurgia e vascular; Equipe de enfermagem para o protocolo e assistência 24 horas; Possuir CTI, agência transfusional, raio X, Eletro Cardiograma, exames laboratoriais.

Em 2011 iniciou a rede em algumas regiões de Minas. Em fevereiro de 2014 iniciou na Macro sudeste, onde estamos inseridos. Terá recurso para incentivo do Governo Federal e do Governo Estadual. E para nossa surpresa, só agora saiu uma portaria do Governo Federal, publicada em 25/08/2014 relacionadas aos valores dos leitos de UTI. E em relação à Rede de Urgência e Emergência o Governo Federal ainda não publicou nenhuma portaria, sendo que a rede iniciou em fevereiro de 2014.

E o recurso para a Rede de Urgência e Emergência está sendo repassado ao Hospital São Paulo?

Está em aberto o mês de novembro, totalizando R$ 200.000,00.

 

Paulo, o senhor como Diretor Técnico do Hospital e Coordenador do Pronto Socorro, fale para nós quais são os custos e receitas do Pronto Socorro.

Receita P.S: R$ 491.948,45, sendo R$ 83.948,45 (contratualização), R$ 208.00,00 (prefeitura), R$ 200.000,00 (Rede de Urgência e Emergência) Custo: Uma média de R$ 750.000,00 e Prejuízo: Uma média R$ 230.000,00 mês.

Esse déficit acontece só no Pronto Socorro?

Não, todo atendimento feito pelo SUS o hospital só recebe 60% do custo, ou seja, a cada R$ 100,00 gastos o governo só repassa R$ 60,00. Só que a nossa preocupação maior é com o Pronto Socorro, por ele não ser de responsabilidade do hospital e sim do Município.

Aristides, enquanto representante do Departamento Jurídico do Hospital São Paulo, em relação aos Recursos da Rede de Urgência e Emergência, relacionados ao governo Federal e Estadual, os recursos da contratualização e hemodiálise que estão em aberto ou em atraso, o que o Jurídico tem feito? E em relação aos prejuízos do Pronto Socorro, o que tem sido feito?

O Pronto Socorro é de responsabilidade do poder público, e o Hospital São Paulo tem feito este papel. É necessário saber de onde vem este recurso. Então já foi realizado reunião com a diretoria do Hospital, com a Administração do Município, onde o prefeito ficou de agendar uma reunião com os prefeitos da região, a fim de viabilizar mais recursos para ajudar no custeio do Pronto Socorro.

Ações Tomadas

Reunião com a Prefeitura Municipal de Muriaé dia 11/11/2014. E ficou acordado que eles agendariam uma reunião com os prefeitos da região para verificar a possibilidade deles fazerem o pagamento de um mês de plantão do Pronto Socorro;

Reunião no CISDESTE (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste), onde estava presente o Dr. Rodrigo (Promotor), Comitê Gestor da Urgência e Emergência e todos os municípios do Vale do Paraíba no dia 18/11/2014, para tratar da Rede de Urgência e Emergência que está em atraso dois meses;

Reunião na SES em 19/11/2014, com Thiago Lucas (Subsecretário de Saúde) através da FEDERASSANTAS (Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais);

 Ligação diária para SES buscando retorno sobre os pagamentos em aberto.

Senhor Messias o que podemos perceber é que mesmo com tantas dificuldades o Hospital tem atendido a todos que precisam. Diante disto façam um balanço geral do ano de 2014 para nós.

Infelizmente estou aqui, mais uma vez, para dizer que o HSP não está recebendo as verbas necessárias para manter seu atendimento. Apesar de todos os problemas, eu ainda agradeço por Deus nos dar essa vontade de trabalhar e atender os outros. Todos os dias de manhã eu sempre passo pelo Pronto Socorro e meu coração dói de ver aquelas mães esperando nosso atendimento. Muitos desses atendimentos poderiam ser resolvidos nos Postos de Saúde da cidade, mas as pessoas já estão acostumadas com nossos atendimentos, então dão prioridade a ele. Então, apesar de toda dificuldade, estamos mantendo nossos atendimentos.



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 7


Maria
Postado no dia 18/12/2014 - 08:19 Cidade: Muriaé - Minas Gerais
» Estou feliz em ver que o Hospital São Paulo está fazendo a sua parte. Mas fico triste em ver que a preocupação é só do Hospital e não dos governantes, que simplesmente não repassam verbas para o custeio. Agora é rezar e pedir a Deus que abençoe para que o hospital não feche as portas, como temos visto todos os dias na televisão, muitos hospitais fechando por falta de verba. Triste! E parabéns hospital São Paulo pelo compromisso com a população.


PERDIDO
Postado no dia 17/12/2014 - 18:23 Cidade: Muriaé - MG
» Ouço este programa a muito tempo, e em todos eles este pessoal do HSP só reclama da falta de pagamento integral pelo SUS, tem alguma coisa de errado acontecendo tanto pela parte do repasse feito pelo Município e estado quanto à administração,a meu ver tudo tem que ser apurado em reuniões incluindo o Prefeito, Secretário de Estado e ainda se possível os nossas 04 Deputados que fazem muita propaganda sobre a ajuda que dão ao HSP, e ainda, deveriam chamar os prefeitos das cidades vizinhas que utilizam do HSP pois, se recebem verbas para os seus Hospitais porque os pacientes destas cidades estão vindo para Muriaé??, onde estão aplicando os recursos recebidos??. E outra, estão reclamando para o público errado, nós que ficamos ouvindo estas reclamações não podemos fazer nada. Só lamento.


CLAUDIA MARIA RIBEIRO FERREIRA
Postado no dia 18/12/2014 - 09:47 Cidade: BARAO DO MONTE ALTO - MG
» BOM DIA MEU COMENTARIO É SOMENTE PARA DAR OS PARABÉNS AO PERDIDO, MUITO BEM COLOCADA SUAS PALAVRAS. AINDA ACHO MAIS PERDIDO , DEVERIAM TER NO HSP UMA ELEIÇÃO DE 5 EM 5 ANOS PARA ADMINISTRAÇÃO E PROVEDOR. NÃO TEM MAIS NADA A SER COMENTADO PERDIDO FALOU TUDO, MEUS PARABÉNS DE NOVO PELO COMENTÁRIO. PERDIDA....


sergio orondino
Postado no dia 17/12/2014 - 23:21 Cidade: muriaé - MG
» Parabens seu Messias sua luta e para um hospital São paulo cada dia melhor.


SILVIO MAGALHAES DE SOUZA
Postado no dia 18/12/2014 - 09:12 Cidade: Muriaé - MG
» Essa instituição foi criada pelos cidadãos Muriaeenses. "Construir um hospital em Muriaé era um plano audacioso, na época o poder público contava dez Contos de Reis para investir no projeto, que custaria 200 Contos. Mas, o sonho era de todos e por isso a sociedade se mobilizou para conseguir os recursos necessários. Foram doações em dinheiro, em trabalho, e festas beneficentes que transformaram a Casa de Caridade de Muriaé - Hospital São Paulo em uma realidade que beneficia hoje mais de um milhão de pessoas". O sonho se tornou realidade a sociedade da época construiu e nós da sociedade de hoje não podemos deixar morrer. Vocês já pensaram o que seria de Muriaé e Região se não existe a Casa de Caridade de Muriaé - Hospital São Paulo ou de repente deixasse de atender, mesmo que seja por um dia? Cabe a nós agora ajudarmos. Como você pode ajudar? Com dinheiro? Com sua mão de obra através de serviço voluntário? Quem já entrou na portaria da Casa de Caridade de Muriaé - Hospital São Paulo (Pronto Atendimento) talvez já tenha visto e não soube o significado de duas fotos que estão afixadas. Em uma delas aparecem vários carroceiros em frente ao hospital. Sabem o motivo que eles saíram na foto? Eu descobri há pouco tempo. Na época os equipamentos e maquinários vieram para o hospital e chegaram de trem, acredito que próximo onde hoje é o banco do brasil e como toda a sociedade estava envolvida na construção os carroceiros se mobilizaram também e disseram: “Nós também queremos ajudar. Iremos transportar todo equipamento e não cobraremos frete”. Fiquei emocionado e maravilhado quando me contaram isso. E hoje o que podemos fazer?


Maria Marta
Postado no dia 18/12/2014 - 12:25 Cidade: Muriae - MG
» Imagina vocês se o hospital fechar as portas do Pronto Socorro.Para onde levaremos os acidentados ou as outras urgências?Nos população temos que estar ciente do que acontece nesta instituição e sabermos que a população tem a força para reivindicar dos nossos governantes.Vamos parar para pensarmos nesta situação que a cada dia fica caótica !!!!!


Isabella Alvim Scaramuzzi
Postado no dia 22/12/2014 - 10:49 Cidade: Muriaé - MG
» Bom dia, Claudia Maria Ribeiro Ferreira No Hospital São Paulo você encontra o estatuto, regimento e regulamento, que estão à disposição de todas as pessoas que tem interesse em saber como é o funcionamento. Em esclarecimento ao seu comentário, o Hospital São Paulo é uma instituição filantrópica, onde o Provedor e Diretoria são escolhido pela Irmandade, que de 2 em 2 anos elege um provedor, onde o mesmo realiza um trabalho voluntario não renumerado.

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES