Muriaé Intervalos de nublado com chuva leveMax 32º
Min  21º
JORNALISMO | 20/09/2017 « Voltar

Audiência Pública sobre segurança reúne autoridades em Muriaé




Audiência Pública sobre segurança reúne autoridades em Muriaé
O evento foi promovido pela Câmara Municipal, no teatro Belmira Vilas Boas
Clique e ouça entrevistas dos vereadores Júlio Simbra e Reginaldo Roriz, após a reunião






Presidente da Câmara, Carlos Delfim

Vice-prefeito de Muriaé, Marcos Guarino

Deputado estadual Cristiano Silveira (PT)

Secretário Adjunto de Segurança Pública de Minas, Aílton Lacerda.

Chefe do 4º Depto da PC de Juiz de Fora, Carlos Roberto Costa e juiz de Miradouro, Antônio Augusto Pavel



O Ministério Público foi representado pela promotora, Jacqueline Rangel

Comandante do 47º Batalhão da Polícia Militar (PM), tenente coronel Joedson Gomes



Delegado regional de Muriaé, Alessandro da Matta

Coordenador da Agência de Inteligência da 4ª DRPC em Muriaé, delegado Tayrony Spíndola














O cenário da segurança em Muriaé foi debatido em Audiência Pública que reuniu diversas autoridades, na noite desta terça-feira (19). Promovido pela Câmara Municipal, o evento foi realizado no teatro Belmira Vilas Boas e contou com presenças de representantes dos poderes, Executivo e Legislativo - na esfera municipal de estadual -, bem como do Judiciário, Ministério Público (MP), Defensoria Pública, OAB, forças policiais (PM, PC e PRF), e Sistema Prisional, entre outros.

A lista de autoridades foi encabeçada pelo vice-prefeito de Muriaé, Marcos Guarino, o presidente da Câmara, Carlos Delfim, e demais vereadores.

O deputado estadual, Cristiano Silveira (PT), que após ser procurado pela Rádio Muriaé, recentemente se reuniu com o Secretário de Segurança Pública de Minas Gerais, Sérgio Barboza, e representantes do comando da Polícia Militar (PM) e da chefia geral da Polícia Civil (PC), esteve presente, assim como o secretário adjunto de Segurança Pública do estado, Aílton Lacerda.

Também participaram, o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora (4º DEPPC), Carlos Roberto da Silveira Costa; o delegado regional da PC em Muriaé, Alessandro da Matta; o juiz da Comarca de Miradouro, Antônio Augusto Pavel Toledo; a promotora, Jacqueline Rangel, representando o MP; além do Comandante do 47º Batalhão da Polícia Militar (PM), tenente coronel Joedson Gomes; a secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Gisele Braga; a coordenadora da Fundarte, Flávia Neves; o presidente da subseção Muriaé da Ordem dos Advogados de Brasil (OAB), Paulo Sérgio Pires do Amaral; e o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Leandro Latini;

Entre os principais assuntos debatidos, destacaram-se a criação da Guarda Municipal, que divide opiniões, e a implantação de projetos e ações de cunho educacional e social, para assistir crianças e adolescentes de áreas de maior vulnerabilidade social.

Também foi dado ênfase à implantação mais efetiva da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), que tem modelo de cumprimento de pena que inclui trabalho e estudo, e tem baixo índice de reincidência criminal por parte de seus internos.

De forma geral, os participantes foram unânimes em ressaltar que a Segurança Pública não é algo que deva ser discutido apenas no âmbito das forças policiais, e sim, por toda a sociedade e os órgãos que nela estão inseridos. 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 1


Antônio Eugênio
Postado no dia 20/09/2017 - 13:14 Cidade: Muriaé - MG
» A Audiência Pública ocorrida em nossa cidade na data de ontem veio de encontro aos anseios da sociedade que busca respostas pelo aumento da violência e soluções para barrar este avanço. A CDL Muriaé, entidade civil esteve presente apresentando propostas a nivel municipal que visa diminuir a sensação de insegurança em nossa cidade. Porém não podemos ficar em mais um blá-blá-blá e temos que colocar em ação algumas das propostas discutidas. A CDL ofereceu o seu auditório para que a continuação deste trabalho continue ocorrendo.

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    











PUBLICIDADES